Happy Days Primavera                  Um dia no Paço de Lanheses 

Sábado - 30 de Março

Actividades

Manhã

10:00 - 12:00A voz que há em Ti e na Terra  - Workshop e Meditação com Ana Maria Pinto

- Exercícios práticos para explorar a Voz e as sensações do Corpo que Canta.

- Exploração sonora e movimento ao encontro da Natureza.

- Sonoridades ancestrais com tambor xamânico.

- Meditação Guiada ao Coração da Mãe Terra.

12:30 - Almoço Vegano - Orquestra Comes e Falas: mãos e corações de gente cheia de boa vontade para criar na cozinha.


Tarde

15:00 - Passear com as Plantas Silvestres - Com Rita Roquette

16:00 - Conhecer os animais da Quinta - Maneio de Póneis

17:30 - Concerto - Música da Terra

Concerto pelos Coros da Novaterra - Makawee (Coro Feminino), Coro da Novaterra (Grupo músico-teatral), Kalindi (coro feminino juvenil) e Mensageiros da Natureza (coro de crianças)
Percussão africana - João Russo e Diogo Guimarães (Allatantou)
Raquel Cruces (Canto e Percussão Ibérica)

Opções e Contribuição

Não sócios da Novaterra
Opção 1 - Dia Todo: 25€

Opção 2 - Manhã: 20€ (almoço incluído)

Opção 3 - Tarde: 20€ (almoço incluído)

Opção 4 - Só concerto: 7€ cada (gratuito para menores de 12 anos)


Sócios da Novaterra
Opção 1 - Dia Todo: 20€

Opção 2 - Manhã: 15€ (almoço incluído)

Opção 3 - Tarde: 15€ (almoço incluído)

Opção 4 - Só concerto: 5€ cada (gratuito para menores de 12 anos)


Menores de 10 anos de idade não pagam almoço. 

A actividade com póneis tem o custo de 5€ por criança. 


Domingo - Dia 31 de Março

Oficina de Pandeiro Quadrado

Com Raquel Cruces

Finalidade: Construção de um pandero quadrado com materiais de reciclagem e primeiro
contacto com os ritmos de percussão tradicionais de pandero quadrado de Peñaparda

Conteúdo:
- Construção de um pandero quadrado com materiais de reciclagem
- As três partes rítmicas da sua dança chamada "baile de Peñaparda", acompanhadas dos seus
cantos

Objetivos de parte formativa:
- Contextualizar os ritmos no tempo histórico (origem e evolução) e espaço geográfico
- Técnica instrumental do pandeiro cuadrado de Peñaparda
- Aprender as claves rítmicas características de cada um dos ritmos
- Aprender a cantar uma música de cada um
- Cantar e tocar os ritmos

Durada: 6 horas de formação

Valor: 40€ (materiais do pandero incluídos)

Número de participantes: Ótimo de 5-15


Dança Planetária

Orientada por Teresa Prima


TEMA: Florescer no Coração

31 de Março

HORÁRIO:
16:30

Adultos: 6€
Crianças: 4€

LOCAL:
Parque Urbano de Rio Tinto
Ponto de Encontro - Foyer do Centro Cultural de Rio Tinto

Motivação:

A coreógrafa americana Anna Halprin (98 anos) procurou na sua extensa carreira artística criar danças que têm verdadeiro significado para os indivíduos e grupos envolvidos, danças que têm o poder de efectivamente mudar as vidas das pessoas. 
A Dança Planetária enquanto ritual comunitário abraça este princípio. Sou graduada pelo Tamalpa Institute na Califórnia, fundado por Anna Halprin e Daria Halprin, tendo a Dança Planetária integrado o curriculum e me sido transmitida pelos seus criadores: Anna Halprin e James Nixon. 
Em 2014 participei e ajudei a organizar a Dança Planetária em Marin County com o tema Relembrar as crianças. Tornou-se minha intenção difundir este projecto e tornar Portugal parte da rede mundial constituída por mais de cinquenta países onde a Dança Planetária já teve lugar. Actualmente já foram dinamizadas duas edições.
Teresa Prima

Sobre:

Sendo um ritual é uma dança que transporta um propósito, uma intenção. Todas as Danças Planetárias têm como razão de existência serem uma dança pela paz entre as pessoas e paz para com a Terra.Florescer no coração é o tema da 2ª edição da Dança Planetária organizada pela Nova Terra e facilitada por Teresa Prima. Uma celebração primaveril em tom de amorosidade em torno de nós mesmos e dos outros, da Terra e de todos os Seres.

Testemunho:

"Para mim a Dança Planetária foi algo fantástico, acho que o tempo passou a correr, a meu ver é sempre bom correr por algo, ou até mesmo por alguém, eu corri pela minha avó e por todos aqueles que tal como ela perderam um filho. No final do ritual a sensação foi fantástica, a energia era enorme, adorei! " Ana Sofia Pereira

Facilitadora:

Teresa Prima é intérprete, coreógrafa e educadora artística. Acredita no valor da experiência do processo artístico e expressivo como veículo de (auto) descoberta e (re) conhecimento. Reconhece no papel da arte uma forma de trazer mais humanidade ao Mundo, visão que lhe foi transmitida por Anna Halprin e que tem sido a sua motivação e força para continuar a criar.